Não faz sentido
22:19 | Author: Jorge Maia
Temos muitas questões a colocar à
nossa vida, mas porquê questionar ?
Porque é que queremos sempre respostas ?
A verdade é que nem todas as respostas que obtemos nos satisfazem, a nossa "gelatina pensante" molda as perguntas ás respostas como se ela soubesse o que obter.
Se isto não resultar, vamos procurar respostas lá fora nos outros, iguais a nós, então ai é que a "gelatina" se delicia pois encontrou o ambiente para solidificar.
E Eu como é que fico ?
Obtive respostas ? Ou encontrei tantos outros com as mesmas dúvidas ?
Bem, sendo assim não fiquei esclarecido. Estou na mesma. As respostas dos outros não são as minhas.
A verdade deles não é a minha.
Então porquê perguntar aos outros sobre mim ?
This entry was posted on 22:19 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

4 comentários:

On 6 de junho de 2010 às 12:14 , Angel of Light disse...

Olá Jorge!

Vim, através do facebook, conhecer o teu blog. A Floresta (...Encantada) é o meu Reino...

Quando passarmos a ter Confiança plena no nosso coração, na nossa intuição, em nós próprios e libertarmo-nos do medo, deixaremos de fazer perguntas sobre nós aos outros.

Gostei muito deste espaço.

Beijinhos de Amor e Luz,
Rita Mansilha Galante

 
On 7 de junho de 2010 às 10:55 , Carla Albuquerque disse...

Olá Jorge,
Também eu vim aqui parar atraves do FB.
Parabéns este blog ta lindo, simples e profundo.

beijinhos amigo virei sempre visitar-te!

Carla Albuquerque

 
On 27 de junho de 2010 às 14:39 , luanar e solfus disse...

Olá, Jorge! eu não vim pelo facebook, mas acho que o descobri (não recordo se o adicionei,mas penso que sim) mas o importante, é que podemos fazer perguntas a nós e aos outros. Faz parte do processo; claro que as respostas estão dentro de nós, mas como descobri-las e ganhar confiança é um desafio, porque quando sabemos que o eu terreno - o ego - nos pedindo alimento, isso acontece >> as perguntas. Sempre encontrei respostas e quando não as surgem, continuo á descoberta, mesmo deixando fluir... esse equilíbrio é outro desafio ou aprendizagem. Gostei muito deste blog. E, gostaria de manter o contacto, se aceitares e aprender contigo. Também tenho um percurso, e a troca faz parte do AMOR!

 
On 27 de junho de 2010 às 22:37 , Jorge Maia disse...

Obrigado Luanar,
Pelo carinho, no fundo a grande aprendizagem é estarmos receptivos aos outros, estes são os grandes anjos que nos trazem o conhecimento e nos despertam para o nosso caminho.
Já pertences ao meu coração, e já estou a aprender.
Um sopro de felicidade...